terça-feira, 13 de outubro de 2015

Lulinha, o falso gênio das finanças, pode abrir o caminho da família ‘Silva’ rumo ao ‘xilindró

Lulinha, o falso gênio das finanças, pode abrir o caminho da família ‘Silva’ rumo ao ‘xilindró.

As declarações contidas na delação premiada do lobista Fernando Baiano representam mais uma pedra no sapato do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e podem ajudar a alicerçar o primeiro pedido de prisão de um membro da família de Lula.
Baiano relata com profundidade e riqueza de detalhes as negociações que envolvem um dos filhos de Lula, o ‘Lulinha’, aquele que o próprio ex-presidente qualificou como o ‘Ronaldinho das finanças’.
De acordo com o que está contido na delação do lobista, já devidamente homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, nos acertos realizados com o primogênito de Lula, Fernando Baiano pagou cerca de R$ 2 milhões em despesas pessoais do ‘fenômeno’ do mundo dos negócios.
Ora, demonstrar genialidade, que na realidade nunca existiu, utilizando o tráfico de influência possibilitado pelo pai presidente, e tendo as contas pagas pelo dinheiro espúrio da corrupção, é bem mais fácil...
O Ministério Público deve brevemente agir com relação às falcatruas do pequeno notável, que poderá ser o primeiro membro da família do ex-presidente a ter a sua prisão decretada.