terça-feira, 18 de agosto de 2015

Ru-PT-ura!

Ru-PT-ura!


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Após os protestos de 16 de agosto, a classe política está como noiva casta do passado.

Sabe o que vai acontecer; só não sabe como.

Haverá derramamento de sangue. Pouco. Apenas o necessário para comprovar a virtude.

Enquanto isso a anti-heroína se ilude. Acha que tem a caneta. Pode enfiá-la na ...

Do pixulecu só vai sobrar o xulé. O pi vai tomar no resto.

Do molusco ouve juras: “Eu te amo mas não presto!” (cacófato proposital).

Não há mais acordão depois que o povo acordou.

A caravana de Alibabanta terminou na tempestade. Aparece o gênio da lâmpada e diz:

“Cara Vana, você não passa de mera atriz. Atriz atroz, atrás há três*. Alguns diriam quatro, mas o último está perdido sem cachorro no mato”.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

*Homenagem a Emílio de Meneses